sábado, 23 de setembro de 2017

Na vila da hipocrisia...




Quem somos nós?
Quem mostramos ao mundo?
Aonde se encontra a verdade e a mentira,
Neste universo dos poucos segundos?

Cartas abolidas,
O que são telegramas?
Queremos tudo para hoje, para agora.
Nada é eterno,
Tudo dura 24h;

Todos querem falar,
Poucos param para ouvir.
Opiniões resumidas em 140 caracteres.
Discussões sem embasamento,
Sem razão ou fundamento;

Muita tristeza nas fotos,
Pouco sentimento na vida.
Nada é vivido,
Tudo é compartilhado.
A intimidade é algo subestimado;

Companheirismo rejeitado,
Passeios adiados.
Muitos "vamos marcar",
Pouco interesse em estar do lado.
A troca de curtidas e emojis, substitui um abraço trocado?

O que são amigos,
Quando se tem seguidores?
"Tudo é falso..."
O que são relacionamentos,
Perto dos falsos amores?

Olhares apaixonados,
Trocados pelos dedos apressados,
Na fria tela do smartphone.
Se entregando à falsas paixões,
Buscando "likes" e combinações;

A empatia está desaparecida,
A compaixão foi enfraquecida,
Ninguém se importa de verdade.
Corações amarelos em setembro,
Ofensas e piadinhas em dezembro;

Antigamente, o rebelde era adolescente,
Hoje, todo jovem é levemente doente,
Muito a se fazer em pouco tempo,
O "normal" é ter uma alma vazia, a vida torta,
A ansiedade e a depressão batendo à sua porta;

Jovens cada vez mais limitados, 
Seus conhecimentos são ignorados.
Em provas objetivas,
O artista, o médico e o policial são encaixotados.
Diferentes, mas da mesma forma são avaliados;

Mentiras sendo postadas,
Verdades sendo guardadas,
Todos usam máscaras.
Enquanto uns cogitam suicídio, por não aguentar mais,
Muitos assistem, ignorando todos os sinais;

Para onde ele foi?
O que foi que ele fez?
Guarde as suas lágrimas,
Esse mesmo que se perdeu,
Foi aquele que você ofendeu;

No domingo, ele adora de pé, 
Na segunda, ele volta a ser quem é.
Guardamos o cristianismo no bolso,
Vivemos em um mundo visual,
Onde pregar o amor, é anormal;

Muitos versículos a se postar,
Pouco Evangelho a se compartilhar.
Pouco amor, muito julgamento.
Tantos ídolos com milhares de adoradores,
E Jesus, com cada vez menos seguidores;

Em um mundo de clique e visualização,
Criam curas para quem é são,
Enquanto feridos morrem na fila sem tratamento.
Quem dizia a verdade, agora mente,
Para a mídia, o abusador é normal e quem ama é doente;

Em um país tão diversificado,
Rico e miscigenado,
Quem não se encaixa no padrão, é dito como errado.
200 tipos diferentes de beleza,
Forçados para caber em duas, três bandejas;

O diferente causa um certo rebuliço,
"O bonito é o padrão, aceite isso".
Perdemos nossas identidades por algumas curtidas,
Desesperados, seguindo tendências,
Tentando suprir nossas faltas e carências;

Transtornados, corremos atrás das paixões,
Distúrbios e desilusões,
Aceitamos as falsas convicções,
Tentando tampar o buraco e o vão,
Que só Cristo, pode preencher em nosso coração;

Muitos, por socorro, estão a gritar,
Mas poucos se dispõem, a realmente ajudar.
Esqueça o textão,
Abrace seu irmão,
Cultive a empatia no seu coração;

Para o outro, não aponte o dedo,
Do diferente, não tenha medo.
As pessoas não são brinquedos,
Cada vida tem seu enredo,
Amar o outro é o segredo;

Para o fim dos tempos, cada um faz a sua previsão,
Hoje o enfrentamos, em mais uma edição.
A porta é estreita, mas a escolha é sua.
Para onde o seu caminho irá te levar?
Na volta de Jesus, você o irá acompanhar?

Do livre arbítrio, todos aproveitamos, 
Mas quando chega a conta, é para Deus que a empurramos.
Todos querem as bençãos,
Poucos se orgulham de carregar sua cruz,
Se lembrando sempre, de ser sal e luz;

Se arrependa dos seus erros,
Entregue a Ele os seus pesadelos.
Não o culpe pelas suas falhas, 
Abandone a sua vida de mentiras,
Permita hoje, que Ele cure as suas feridas;

Antes de qualquer apontamento,
Eu não vim para fazer julgamentos.
Só peço que você busque à Ele,
Levando à Deus os seus arrependimentos,
Antes que não haja mais tempo;

A seu respeito, não me cabe dar opinião, 
Pois neste momento em questão, 
No fundo do poço é onde me encontro.
Só vim revelar um pouco da nossa hipocrisia,
Trazendo a verdade nua, crua e fria.



Com o fim do mês de agosto, tivemos o retorno a campanha do “Setembro amarelo” que, desde 2014, trata da conscientização acerca da prevenção do suicídio, que tem sido cada vez mais frequente em pessoas com menos de 29 anos, afetando mais de 12 mil pessoas, por ano, no Brasil. Independentemente do que esteja enfrentando, não tenha medo de procurar ajuda. Deus está esperando por você, então dê o primeiro passo em direção aos braços Dele. Ele quer te ajudar, quer ser o seu porto seguro, o seu ombro amigo. Sempre que você precisar, Ele estará lá por você, até a eternidade. Não sinta vergonha em admitir que algo de errado está acontecendo. Não hesite em procurar ajuda caso perceba que há algo fora do normal, e/ou você apresente sinais como: Humor deprimido, que pode envolver sentimentos como tristeza, indiferença e desânimo; O desinteresse em diferentes aspectos da vida, como no âmbito familiar e profissional, além de atividades de lazer; Passar a dormir durante mais ou menos tempo do que o de costume; Perda ou aumento do apetite, seguidos de mudanças significativas de peso; Ter a capacidade de concentração, raciocínio e tomada de decisões prejudicadas; Diminuição de energia, cansaço frequente e fadiga, mesmo quando não foi realizado esforço físico; Apresentação de pensamentos recorrentes sobre morte, ideação suicida ou até tentativas de suicídio.
Se você desconfia de que alguém não está bem, preste atenção. Normalmente, quem tem esse tipo de pensamento acaba deixando sinais do que está planejando fazer, como estar frequentemente triste e sem vontade para participar em atividades com os amigos ou fazer o que se fazia antigamente, comportar-se de forma diferente do habitual, falando de forma diferente, deixando de conseguir entender o humor de uma conversa ou, até, participando em atividades de risco, apresentando talvez uma aparência descuidada e desleixada.
Pode também vir a começar a fazer várias tarefas para tentar organizar sua vida e terminar assuntos pendentes, como se fosse viajar ou viver para outro país. Alguns exemplos são visitar familiares que já não vê há muito tempo, pagar pequenas dívidas ou oferecer vários objetos pessoais, por exemplo. Demonstrar um comportamento calmo e despreocupado depois de um período de grande tristeza, depressão ou ansiedade pode ser um sinal de que a pessoa está pensando no suicídio. Isso acontece porque a pessoa pensa ter encontrado a solução para o seu problema, deixando de se sentir tão preocupada. Muitas vezes, estes períodos de calma podem ser interpretados pelos familiares como a fase de recuperação da depressão, por exemplo, e, por isso, podem ser difíceis de identificar, devendo ser sempre avaliados por um psicólogo, para garantir que não existem ideias suicidas.
A maior parte das pessoas que estão pensando em suicídio irá informar um amigo ou familiar das suas intenções. Embora esse comportamento, muitas vezes, seja visto como uma forma de chamar a atenção, nunca deve ser ignorado, especialmente se a pessoa está vivendo uma fase de depressão ou de grandes alterações na sua vida.
Quando se suspeita que alguém pode estar com pensamentos suicidas, o mais importante é demostrar amor e empatia por essa pessoa, tentando entender o que está acontecendo e quais os sentimentos associados. Por isso, não se deve ter medo de perguntar para a pessoa se ela está se sentindo triste, deprimida e, até se está pensando em suicídio. Depois, deve-se procurar ajuda de um profissional qualificado, como um psicólogo ou psiquiatra, para tentar mostrar à pessoa que existem outras soluções para o seu problema, que não o suicídio.
Não é frescura, não é brincadeira. Procure, vá atrás, peça auxilio. Procure amigos e familiares para conversar sobre o que está acontecendo. Cerque-se de pessoas e pensamentos positivos. Nunca se esqueça de que Jesus te ama, e se importa com você verdadeiramente. Procure a ajuda de um profissional qualificado, como um psicólogo ou psiquiatra, ele irá te mostrar que existem outras soluções para o seu problema, que não o suicídio. Uma boa opção é ligar para o Centro de Valorização da Vida, ligando para o número 141, que se encontra disponível 24 horas por dia, ou procurar o chat da CVV: http://www.cvv.org.br/chat.php . Se achar melhor, leve uma pessoa de confiança para te acompanhar na consulta. Você é digno, especial e amado. Por mais nebulosas e escuras que as coisas possam estar, corra para Jesus e permita que ele seja o farol que iluminará até a mais densa escuridão. Abra o seu coração para deixar entrar o amor que você nasceu para receber.
Se algum amigo não estiver bem, ofereça apoio. Se a pessoa desejar se abrir com você converse, escute, tente se colocar no lugar dela. Caso contrário, mantenha uma distância segura, não a force a desabafar contigo, mas mostre que mesmo não estando perto dela fisicamente, você está ao lado dela. Mostre às pessoas que te cercam que Jesus as ama, e se importa com elas verdadeiramente. Ame, respeite, interceda, tenha empatia, compaixão, se importe verdadeiramente com todos que estão ao seu redor. O amor do Pai não deve parar em você, ou nas pessoas da sua igreja, o amor deve fluir através da sua vida, alcançando a todos, fazendo do mundo um lugar melhor.

WYDLOCK, Morgana

2 comentários: